Dicas para economizar na conta de energia elétrica de sua casa

Pequena mudanças de atitudes no cotidiano ajudam a evitar o susto ao ver o valor da conta de luz no final do mês. Temos dicas aqui que pode lhe ajudar a economizar energia elétrica. claro que o planeta e o bolso, agradecem bastante.

Encontrar meios de economizar é sempre uma boa forma de valorizar o seu dinheiro e utilizá-lo de maneira consciente. Quando o assunto é conta de luz, no entanto, os cuidados têm de ser ainda maiores para evitar surpresas que pesam no bolso no final do mês. Pensando nisso, separamos dicas essenciais para você economizar na sua conta de energia. Confira!

Fique atento aos cuidados com a sua geladeira

O refrigerador é indispensável para qualquer casa. Mas esse é um dos eletrodomésticos que mais consomem energia elétrica, pois fica ligado constantemente. Existem alguns cuidados simples para evitar gastos desnecessários:

  • Evitar guardar alimentos quentes;
  • Deixar a geladeira em locais bem refrigerados e longe do fogão;
  • Abrir a geladeira o mínimo de vezes possível;
  • Fazer o degelo sempre que necessário, pois o excesso faz o motor trabalhar ainda mais. Vale saber que quem tem geladeira frost free não precisa se preocupar com esse processo, pois esse tipo não acumula gelo no freezer.

Não deixe carregadores na tomada

É muito comum as pessoas deixarem carregadores na tomada para facilitar a vida na hora de carregar aparelhos móveis como o celular, por exemplo. Esse tipo de dispositivo, no entanto, é um dos vilões no consumo de energia elétrica, utilizando cerca de 0,26W por hora quando está fora de uso e cerca de 1W a 5W de potência quando está com um celular, mesmo que o dispositivo já esteja carregado. Evitar deixar o carregador conectado desnecessariamente ajudará a economizar energia no final do mês.

Cuidados com a iluminação

Evite deixar as luzes acesas sem necessidade e aproveite ao máximo as fontes de iluminação natural, deixando portas e janelas abertas durante o dia. Prefira paredes com cores claras nos espaços internos, pois isso melhora a sensação de luz nos cômodos. Por último, aposte em lâmpadas de LED ou fluorescentes em vez das incandescentes, pois essas possuem melhor desempenho.

Descubra 7 Dicas para perder o medo de falar em Público

 

Falar em público e enfrentar multidões é uma tarefa necessária ao longo da carreira de várias pessoas. Mesmo assim, alguns profissionais entram em pânico só de pensar em discursar diante de uma plateia, ainda que pequena.

Veja 7 dicas para quem quer perder o medo e melhorar suas técnicas para falar em público:

1. Foque no privilégio, não no sofrimento
Falar em público pode ser intimidador, mas também é uma oportunidade de dividir uma mensagem pela qual você se interessa muito com outras pessoas – o que pode ser muito legal. Essa mudança de mentalidade pode fazer maravilhas para acalmar os nervos e melhorar a autoconfiança.

2. Antes de preparar o que vai dizer, pesquise sobre o lugar e a plateia
Você não quer aparecer com uma apresentação de PowerPoint em uma sala sem o aparato necessário para mostrá-la, não é mesmo? Quanto mais você sabe sobre o ambiente no qual vai se apresentar e a plateia que o espera, mais chances vai ter de apresentar uma mensagem relevante.

3. Pratique muito e prepare-se
Antes de suas palestras, não apenas prepare o que e como vai dizer, mas também tente prever possíveis perguntas que a plateia faria e elabora as respostas. Enquanto está praticando, ela não tenta decorar as palavras, mas sim ter certeza de que está memorizando a linha de raciocínio, fluência e mensagem chave de cada assunto. “Acima de tudo, lembre-se de que menos é mais quando o assunto é falar em público. Eu acredito que a média de atenção da plateia é de cerca de 20 minutos.”

4. Cuide da aparência
Escolha roupas e penteados apropriados para a ocasião. O objetivo é mostrar uma imagem que transmita autoconfiança. Se possível, separe a roupa com antecedência para que tudo esteja pronto no “grande dia”.

5. Chegue cedo
Esteja no local com antecedência para examinar o local e gastar alguns minutos observando a plateia, para entender por que eles estão ali e o que esperam da apresentação. Fazer essa aproximação irá ajudar a falar com as pessoas, e não para elas. Depois, passe mais alguns minutos sozinho para checar a aparência, respirar fundo algumas vezes e tirar da mente todas as distrações que possam atrapalhar.

6. Faça uma pausa
use esse artificio para regularizar a respiração e organizar seus pensamentos, o que a ajuda a se acalmar. Isso também mantém a atenção do público.

7. Esqueça a perfeição e espere o inesperado
Não importa o quanto você se prepare, inevitavelmente irá perder a linha de pensamento em algum momento ou deixar passar algum fato ou estatística durante a sua apresentação. O mais importante é manter a compostura e confiança. Por exemplo, você pode se preparar para falar para um grupo de executivas em meio de carreira e se deparar na verdade com um público de homens, a maioria aposentados, com idade mínima de 75 anos (situação real pela qual Linda passou). Quando o inesperado acontecer, tido o que você tem a fazer é sorrir e seguir em frente. Como parte de sua preparação, pense em vários “e se?” que poderiam te tirar do foco para ter um plano em mãos para cada um deles.

Você sabia que pode estar pagando caro para usar a internet ou o celular?

 

Atualmente, o Brasil conta com quatro enormes operadoras de telefonia celular— além de algumas empresas de menor abrangência que agem em regiões mais limitadas do território.

Você provavelmente já recebeu, nos últimos anos, uma oferta da sua operadora de telefonia para migrar para um plano pós pago de celular ou plano de internet superior pagando nada ou quase nada a mais por isso. Mas saiba também que você pode pagar menos por um plano que seja melhor e suficiente para atender às suas necessidades.

É o que aponta simulações feitas pelo site comparador de planos de telefonia e internet, o Melhor Escolha. A pesquisa comparou preços de planos em julho de 2014 e julho deste ano.

A pesquisa comparou preços de planos em julho de 2014 e julho deste ano. O quanto o consumidor pode estar pagando a mais depende muito de qual plano contratou e quando contratou. “Varia muito”, diz Jonas Justo, CEO do Melhor Escolha.

Por exemplo, quem contratou um plano de internet com 30 mega de velocidade da operadora NET em julho de 2014, que tenha sofrido reajustes em linha com o IGP-M, pode ter o dobro de velocidade na Claro com 7,36% de desconto.

Veja abaixo as simulações feitas pelo site Melhor Escolha para planos de internet, telefonia e telefone fixo:

Internet

Quem contratou um plano de internet com 30 Mega de velocidade da operadora NET em julho de 2014, se tiver tido reajustes em linha com o IGPM, deve pagar hoje em média 151 reais por mês. Mas, se comparar os preços dos planos atuais, vai descobrir que pode ter um velocidade maior gastando menos:

Operadora Plano Preço Plano Preço
Net 60 mega R$ 139,90
Vivo 50 Mega R$ 134,99
Tim Live 35 Mega R$ 89,90

Celular pós pago

Quem contratou o plano da Claro com 2GB de franquia de internet + 60 minutos em julho de 2014 e teve, desde então, reajustes em linha com o IGP-M, deve pagar hoje em média 162 reais por mês pelo serviço. Mas se comparar com outros planos, verá que pode ter uma franquia de dados maior com minutos ilimitados pagando menos.

Operadora Plano Preço Plano Preço
Claro 5GB + minutos ilimitados R$ 109.98
Nextel 5GB + minutos ilimitados R$ 99.99
Tim 5GB + minutos ilimitados R$ 134.90
Vivo 7GB (4GB +3GB de bônus por 12 meses, com portabilidade) + 150 minutos locais R$ 139.90

Telefone fixo

Quem contratou de telefone fixo da Vivo Meus Minutos 100 (100 minutos local – fixo pra fixo) em julho de 2014 e o serviço teve reajustes em linha com o IGP-M, deve pagar hoje, em média, 36 reais mensais. Comparando com os planos atuais, é possível economizar e ainda ter minutos ilimitados.

Operadora Plano Preço Plano Preço
Net Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 20.00
Claro Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 24.90
Vivo Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 49.99

Para fazer a comparação entre os planos adquiridos em 2014 e os vendidos em julho deste ano, a pesquisa considerou um reajuste de 16,7% dos preços dos planos antigos, seguindo a variação do IGP-M no período. O índice de inflação é utilizado na maioria dos contratos dos planos de telefonia.

Tecnologia mais avançada

O barateamento dos planos de telefonia e internet nos últimos anos acontece por conta de uma evolução da tecnologia, conta Justo. “A fibra ótica permite que as operadoras ofereçam mais internet com o mesmo custo de infraestrutura, o que permitiu repassar o custo mais baixo ao consumidor, reduzindo a franquia do plano”.

Além disso, conta Justo, novos hábitos dos consumidores, como utilização de aplicativos de mensagens, fizeram com que novos planos passassem a priorizar mais o serviço de internet do que os minutos gastos com ligações. “As operadoras tiveram de se adaptar à essa nova realidade”.

Como ver a franquia de internet da claro

Saiba Como Tirar Print de uma Página Inteira

 

Quando queremos salvar informações ou anexá-los a documentos, fazemos uma captura de tela certo? Porém, a captura de tela através do CRTL + PRTSCN salva apenas uma parte da tela. Veja como tirar print de uma página inteira de internet:

Imprimir
Uma das opções é através da impressão da página. Tanto no Windows 10, quanto no MacOS, além de vários navegadores, permitem imprimir páginas inteiras em formato PDF. Basta selecionar a página da web que deseja salvar, selecionar “Imprimir” e escolha entre as opções “Microsoft Print to PDF”, “Microsoft XPS Document Writer”, “PDF”, Salvar como PDF” ou “Salvar no Google Drive”. No entanto, através desse método, a página pode ficar um pouco diferente de como é vista na web.

Programa
Você também pode baixar um programa em seu computador, como o FastStone Capture, Screenpresso ou Snaglt, que é capaz de capturar tanto a página inteira, quanto apenas uma parte dela.

Extensão
Outra opção é baixar uma extensão para navegador. O Nimbus Screenshot, por exemplo, está disponível para Chrome e Firefox; ele tira o print, alinha a imagem e permite salvar como imagem no computador.

Web
A última opção, ideal para quer precisa tirar o print de uma única página de forma rápida, é usar um site, como o CrtlQ.org ou Web-Capture.net. Basta colocar a URL da página que deseja copiar e clicar em “Caputer Screenshot”.

Gomo tira o prite no Microsoft

Veja 10 dicas valiosas para economizar dinheiro no seguro do seu carro

 

Nessa época de crise, toda economia é sempre bem-vinda. O seguro do carro é uma despesa quase indispensável, principalmente para quem dirige nas grandes cidades.

Mas você sabia que dá para economizar na hora da contratação? Com paciência para pesquisar, você encontra um seguro que caiba no seu orçamento.

Saiba de algumas atitudes e dicas para contratar um seguro mais barato,  que vão ajudá-lo nessa etapa. Confira!

1. Aproveite a concorrência e cote o preço em pelo menos três seguradoras

É importante comparar, pois os valores são independentes e variam muito entre as empresas. “Cada seguradora tem sua própria tabela de preços”, comenta Nilson.

2. Peça todas as informações para o seu corretor

Como você depende dele para contratar o seguro, aproveite para tirar todas as suas dúvidas e peça ajuda para encontrar a melhor opção para seu perfil de motorista.

3. Analise as coberturas disponíveis

“Em vez de fazer um seguro contra roubos, incêndios e colisões, você pode escolher somente uma ou duas destas opções. Isso dá um desconto no preço total”, ensina o coordenador do Sincor-SP. Mesmo assim, pense bem antes de retirar uma cobertura.

4. Contrate os serviços que você realmente vai usar

É comum as seguradoras oferecem facilidades como carro reserva, seguro para os vidros, descontos em estabelecimentos etc. Mas essas vantagens não saem de graça. Então, veja quais opções existem e quais valem a pena.

5. Instale um rastreador

 Na maioria das seguradoras, este sistema é gratuito e pode baratear a apólice em até 30%. Isso porque o rastreador evita que os carros roubados sejam deixados em desmanches ilegais. Então, como o risco da seguradora perder o veículo é menor, o preço do seguro cai.

6. Cuidado ao incluir um segundo condutor

Ter uma pessoa adicional no seguro pode encarecer o valor, principalmente se esta pessoa for menor de 25 anos. Mas se o carro não será utilizado apenas por você, não esconda a informação.

7. Analise a franquia

Quando você escolhe uma franquia mais alta, consegue baixar o preço do seguro. A desvantagem: no caso de acidentes e batidas, você terá que pagar um valor alto para acionar o seguro.

8. Se puder, pague o seguro à vista

Além de não se apertar com as parcelas nos outros meses, você tem chance de negociar um desconto com a seguradora.

9. Se não pagar à vista, parcele em menos vezes

Assim você se livra de gastar tanto com os juros que encarecem ainda mais o valor do seguro.

10. Continue cotando em outras seguradoras

Nem sempre a seguradora que você tem será a melhor opção. Isso acontece porque os preços sofrem reajuste frequentemente. Então, pesquise em outras empresas futuramente quando precisar renovar o contrato atual.

Saiba como não ser “enrolado” na hora de procurar um mecânico

 

Precisamos ficar esperto para não ser enganado ou ter prejuízo, quando o carro apresenta alguma falha ou simplesmente chegou a hora da revisão e você precisa levá-lo ao tal “mecânico de confiança”. Nessa hora, sem ter conhecimento mais profundo de como o automóvel funciona, nem conhecendo o mecânico tão bem assim, sobram dúvidas e o medo de cair na famosa “empurroterapia”, adquirindo peças e serviços muitas vezes desnecessários, confiando apenas no que diz o profissional da oficina.

Para essas situações, alguns cuidados são fundamentais:

  • Evite procurar oficinas desconhecidas apenas porque parecem oferecer um preço melhor. Desconfie quando a diferença de preços for muito grande;
  • Oficinas sérias permitem que o cliente tenha acesso à área de trabalho com os carros;
  • Para qualquer problema apresentado por seu carro, confie em profissionais que fazem uma análise detalhada antes de apresentar o orçamento. Nem sempre a rapidez é sinônimo de competência e facilidade para identificar o problema;
  • É bom identificar quais são as condições de segurança do local em que vai deixar seu carro, não apenas em relação ao espaço em que ele ficará estacionado, mas também se os funcionários têm cuidados básicos para evitar acidentes dentro do estabelecimento;
  • Locais que trabalham com o setor administrativo separado da parte mecânica costumam ser mais confiáveis;
  • Sempre que possível verifique referências e indicações de amigos;
  • Existem problemas que você não pode resolver sozinho, por isso, invista nos conhecimentos de um mecânico e não em instruções de conhecidos que entendem do assunto tanto quanto você.

Ninguém está livre de problemas mecânicos, mesmo em carros novos. Por isso, se o funcionamento do seu veículo foi comprometido por algum motivo, o ideal é manter a calma, procurar um profissional especializado e tentar resolver o problema o mais rápido possível!

Tentar resolver sozinho ou mesmo adiar a solução pode causar acidentes e criar insegurança diante de situações comuns do trânsito.

Como ser um ótimo vendedor online

Para ser um bom vendedor em lojas físicas, algumas qualidades não faltam na lista de pré-requisitos, como simpatia, atenção e educação. Mas e quando as vendas são online? Como transmitir os mesmos predicativos, que costumam caracterizar os melhores vendedores?

Muitas pessoas conseguem tanto sucesso que acabam vivendo exclusivamente disso. Acompanhe e saiba mais informações sobre o assunto!

Em uma loja virtual com uma equipe maior, onde se tem o gerente e demais profissionais, como o contador, o programador, etc, o vendedor é aquele que está em contato mais diretamente com os usuários que acessam a loja virtual. Nesse caso, pode ser a pessoa responsável pelo chat online, quando ele existe para esclarecer dúvidas sobre a venda.

O gerente de um aloja virtual também é considerado o vendedor ou mesmo o coordenador de vendas, quando comanda uma equipe que lida mais diretamente com os clientes, seja adicionando produtos no e-commerce, respondendo pelo atendimento ao cliente, fazendo levantamentos sobre as vendas, comprando os produtos para revender, etc.

Nesse caso, é possível que um maior número de pessoas deva trabalhar em conjunto para que seja criado um tipo de vendedor virtual, como se cada profissional fosse uma parte desse personagem. O responsável pela equipe deve ter consciência disso e transmitir a sua equipe a importância de trabalhar de forma conjunta, inclusive, trocando informações.

Um passo fundamental é que o vendedor virtual precisa “escutar” os seus clientes, seja através de e-mail, telefone e principalmente pelas mídias sociais. É a partir disso que será possível detectar quais são as principais características dos clientes e as suas necessidades.

5 Dicas ótimas para conciliar o trabalho e estudos

1. Seja prático com o seu material

Para que você possa aproveitar melhor os seus estudos você precisa ser prático com o material que utiliza. Se você costuma ler em livros ou polígrafos normalmente extensos e pesados, uma boa dica é desmembrá-los. Isso mesmo, sem dó ou piedade. Livro bonito é importante para decoração, para estudante ele só vale se passar o conteúdo. Mas, por que destruí-los? Simples. Se você separar o seu material em capítulos, por exemplo, poderá carregar com você, para onde for, o material e isso não irá ser um peso extra na sua bolsa ou mochila. Além disso, separando os textos em partes você poderá organizar e estipular metas para as leituras diárias. Garanto que será muito mais tranquilo e possível de alcançá-las. Outra coisa que você pode fazer para facilitar os seus estudos é ler em voz alta e gravar os conteúdos explicados ou resumidos. Grave no celular e ouça enquanto vai ao trabalho, se desloca no trânsito ou espera uma consulta. Essas simples atitudes farão a sua rotina de estudo mais produtiva e assim você aproveitará todos os intervalos que tiver.

2. Aproveite todo e qualquer tempo

Com o material organizado é hora de colocar em prática a dica anterior. No carro enquanto espera o trânsito fluir, no ônibus enquanto vai para o trabalho, na fila do banco, na sala de espera do médico, na caminhada ou durante o treino da academia, em todo e qualquer tempo livre aproveite para ler ou ouvir os seus resumos gravados. Não tem problema se a sua leitura não terá a companhia do marca texto porque você está se exercitando e não poderá grafar o que achar relevante. Leia mesmo assim. Mesmo que você não faça, neste primeiro momento, anotações ou destaque uma parte importante do texto, o assunto estará na sua cabeça e isso já é um grande passo para quem não tem muita disponibilidade para se dedicar 100% aos estudos. O intervalo do almoço é outro momento oportuno para você atualizar os seus conhecimentos. Normalmente, as empresas liberam uma ou duas horas para o funcionário almoçar e sempre sobram uns minutinhos de folga nesse período. Não desperdice-os! Eles são preciosos e, neste caso, vale o ditado, tempo é dinheiro. Depois do almoço, faça exercícios, leia e faça anotações.

3. Faça um planejamento e siga-o com rigor

Focar nos estudos não é uma coisa muito fácil, para quem trabalha e ainda precisa estudar o esforço para se manter focado é ainda maior. Por isso, por menos tempo livre que você tenha, não deixe de planejar os seus dias. Organize em uma folha de papel mesmo a sua rotina. Anote os dias da semana, os horários e as atividades que você precisa cumprir durante o dia. Aponte tudo, desde o horário que você acorda, calcule o tempo que leva para estar pronto, o quanto demora para chegar ao trabalho, enfim, descreva a sua programação diária. Vendo no papel, você perceberá quais as lacunas que poderão ser preenchidas com estudo. Agende esses momentos e siga-os à risca. Programe-se, por exemplo, para antes de dormir resolver exercícios e provas antigas. A essa altura da noite, você já está mais cansado e, naturalmente, o sono começa a chegar, então imagine se for ler? Vai dormir em cima do material. Os exercícios ajudam a despertar o sono e ainda a praticar todo o conteúdo que você leu e ouviu durante o dia.

4. Acordar mais cedo

Sim, imagino que você se canse no trabalho e, por isso, todo minutinho extra na cama é mais do que valioso. No entanto, se acordar uma hora mais cedo do que é habitual para você, poderá dar uma lida nos seus resumos e já sair de casa com a sensação de fazer o certo. Além disso, especialistas apontam que, estudar no período da manhã é melhor para absorver as informações, já que a mente está descansada. Por isso, aproveite para ler o que for mais teórico, aprender algo novo, esse é o momento mais indicado para as atividades que exigem um esforço maior para a aprendizagem. E, no fim, você contabiliza mais uma hora de estudos bem aproveitada.

5. Qualidade é melhor que quantidade

Não culpe-se por não ter disponibilidade de estudar 10 horas por dia. Tem gente que tem esse tempo livre e não consegue se dedicar. Tudo tem o seu lado bom e o ruim. O bônus de estar em casa 24 horas por dia é ter tempo para estudar, porém nem todos que possuem essa condição conseguem aproveitá-la. Os motivos são muitos. A pressão por estar ?apenas? estudando e a falta de dinheiro geram ainda mais ansiedade, fator que boicota muitos concurseiros e aí está o ponto negativo. Por outro lado, quem trabalha e ainda estuda, cria oportunidades para estar em contato com o conteúdo, se atualizando. Os sábios dizem, e isso dá pra associar em tudo na vida, que não importa a quantidade de tempo e sim a qualidade dele. De nada adianta dez horas lendo um livro se aquelas informações não forem assimiladas. Faça dos 20 minutos que lhe sobram no intervalo do almoço o melhor tempo de estudo que poderia ter. No final, somando tudo, você poderá se surpreender com a qualidade do seu aprendizado.

 

Saiba qual é o melhor momento para fazer um consórcio de imóvel

Com o  sonho da casa própria o consórcio de imóveis vem se consolidando nos últimos anos como a melhor opção para quem deseja planejar a compra de imóvel novo ou usado ou para quem deseja realizar reformas ou construções em imóvel próprio. Então, se você está pensando em entrar em um consórcio para comprar sua casa, confira seis situações em que essa escolha pode dar muito certo!

1. Quando você não tem o dinheiro para dar a entrada em um financiamento

Ao financiar uma casa em um banco, é preciso pagar um valor de entrada, que costuma ser 20% do preço do imóvel. Mas nem todo mundo tem esse dinheiro guardado. Nesse caso, existem duas alternativas: começar a juntar essa grana ou entrar em um consórcio.

A vantagem do consórcio é que ele ajuda você a ter disciplina para guardar o dinheiro, uma vez que a administradora envia mensalmente um boleto para sua casa. Por outro lado, a empresa cobra uma taxa por fazer essa administração. Quem opta pelo consórcio, geralmente não tem tanta disciplina para colocar o dinheiro na poupança e não gastar as economias. Então, são consumidores que preferem pagar as parcelas mensais sabendo que a compra da casa nova pode demorar. O consórcio, portanto, ajuda bastante quem não tem uma reserva financeira, mesmo que o prazo para a mudança seja maior do que em um financiamento.

2. Quando você não está com pressa de morar na casa nova

Para conseguir comprar a casa no consórcio imobiliário, você deve esperar o sorteio ou dar lances. Ou seja: você paga diversas parcelas sem morar no imóvel. Dependendo do dinheiro que sobra todo mês, às vezes ele não é suficiente para pagar a mensalidade do consórcio. Mesmo que você não tenha pressa para se mudar, leve isso em consideração. Afinal, quem paga aluguel ainda terá essa despesa quando entrar no consórcio porque nem sempre comprará a casa imediatamente.

Por outro lado, se você divide os custos da casa com alguém ou mora com parentes e não gasta com o aluguel, o consórcio pode ajudá-lo a juntar esse dinheiro. Mas por que não fazer um financiamento? Se você não tem pressa para se mudar, o consórcio compensa porque as taxas cobradas costumam ser menores do que os juros do financiamento de imóvel. Isso significa que você pagará menos no final.

3. Quando você tem um dinheiro guardado para dar como lanc

Se o valor que você tem não é suficiente para pagar a entrada de um financiamento, esse dinheiro pode ser muito útil no consórcio. Existem duas maneiras de ser contemplado e comprar o imóvel: esperar o sorteio ou dar um lance. Todos os consorciados pagam parcelas mensais para a administradora e, quem quiser, pode participar de um leilão e dar um lance. Na prática, o lance é uma oferta que você faz, indicando quantas parcelas gostaria de adiantar naquele mês. Quem fizer a maior proposta, vence. Nesse caso, além de pagar a parcela do mês, pagará um valor a mais para o lance. Então, nem sempre a grana que você tem guardada é suficiente para dar como entrada em um financiamento, mas ela pode ser ideal para antecipar sua contemplação no consórcio.

Conheça excelentes técnicas de memorização e garanta seu rendimento no estudo

O maior medo das pessoas, ao necessitar gravar informações na memória, é de que quando chegar o momento decisivo, aquele momento onde todo o conteúdo assimilado será solicitado e posto em prática, a pessoa tenha o tão temido “branco”.

Esquecer pode ser consequência de uma maneira incompleta de estudar, ou ainda, reflexo de falta de memorização. Pode relaxar, não é a idade; e você vai poder melhorar seu desempenho e aprendizado usando umas técnicas simples para esquecer menos. Veja só essas maneiras:

  1. Fórmulas escritas

Você pode guardar nomes e datas fazendo fórmulas e decorando por repetição. Isso serve para nomes longos e dados extensos. Por exemplo, para memorizar o nome dos 5 ditadores do trágico regime militar brasileiro, pode-se fazer a combinação de 2 siglas: CB-CS+MGF = Castelo Branco, Costa e Silva, Médici, Geisel e Figueiredo. Outra maneira de memorizar, é criando frases bobas e inesquecíveis. Para esse exemplo, por exemplo, ficaria mais ou menos assim: Casa Branca, e Casa Azul: são Muito Grandes e Feias. Percebeu como a frase guarda sutilmente as iniciais no nome? Talvez seja complicado memorizar, mas fica fácil lembrar se uma frase boba é fácil de ser memorizada por ser engraçada.

  1. Resumo

É difícil assimilar textos grandes. Então, assim que você acabar de ler e entender, resuma ele com suas palavras. Isso nunca falha, e é ajuda certa quando você precisar revisar – que aliás, é outra maneira de memorizar.

  1. Revisão

É o principal reforço da memória. Quando vemos algo com muita frequência, dificilmente esquecemos. É por isso que nunca esquecemos nomes dos nossos amigos, mas esquecemos totalmente de alguém que vimos num seminário a 2 anos atrás, uma única vez. Nunca estude uma vez só: revise várias vezes os seus resumos.

  1. Uso de sinônimos

Tá difícil aprender um conceito por conta das palavras que o definem? Simples, use sinônimos. Troque retrocesso por atraso, Usucapião por tomada de posse, e siga trocando o complicado pelo simples.

  1. Teste-se

Os exercícios consolidam o seu conhecimento. Mesmo quando você erra, sua aprendizagem aprende o que é erro e você tende a repetir menos. E o que sobram? São acertos, que crescem. Testar também é revisar.

  1. Ouça

Memória auditiva é um reforço cognitivo importante. Se algo está sendo difícil de ser lembrado, fale em voz alta enquanto estuda. A audição também é uma fonte de memórias, e a fala serve como processo de estímulo.

  1. Faça fichamento

Para assuntos muito grandes, extensos, e dispendiosos: faça palavras-chave ANTES dos resumos. Esse processo se chama fichamento: depois de ler e entender, separe umas 3, 4 ou 5 palavras que te faça lembrar da maioria do assunto. Um exemplo: sobre processo de licitação: menor preço, melhor técnica, combinação, e livre mercado são boas palavras que lembram de todo o conceito do processo licitatório.

  1. Estimule-se

Estudar dá sono, e o sono inibe, e tira o ritmo dos estudos. Evite o sono precoce fazendo pausas para alongamentos, e relaxamento musculas. Faça uns polichinelos, e acordado, você poderá retomar o foco. Um estímulo a cada 1h e meia é interessante e suficiente.

  1. Levante-se

Quando estiver lendo, alterne entre ficar sentado e em pé. Ler em pé, ajusta o foco, pois inibe totalmente a possibilidade de sentir sono, e a possibilidade de se distrair na mesa, com o computador, ou outras coisas. Quando você precisar ler bastante, faça essa alternância entre sentar e levantar. Caminhar dentro do quarto enquanto lê também funciona.

 Durma

Quer fazer todas essas técnicas valerem a pena? Durma bem. O sono consolida todo o seu aprendizado. Restaura os seus processos cognitivos e suas sinapses cerebrais. Valorize o seu esforço para estudar dormindo direito.