Dicas simples e práticas que ajudam a economizar combustível

Em tempos de crise e de gasolina aumentando sempre o preço, dirigir economicamente é muito importante, e economizar é preciso. Veja nesta matéria algumas dicas simples que podem ajudar a poupar muito combustível e dinheiro.

Estudos realizados pelos engenheiros da Ford mostram que o estilo de direção pode influenciar em até 25% o consumo e o nível de emissões de um veículo. Por isso, reuniram as seguintes dicas para quem quer dirigir de forma mais econômica e sustentável.

1 – Planeje seu percurso com antecedência

Antes de sair, reserve um tempo para listar o roteiro de seus compromissos e os afazeres diários. Faça um “checklist” básico ou uma espécie de plano de ação, que o ajudará a poupar tempo precioso perdido no trânsito, com uma visão mais ambiental, sem ficar parado com seu veículo. Agrupe as tarefas em uma única viagem, eliminado vários trajetos de ida e volta e evitando áreas de tráfego intenso.

2 – Esvazie o porta-malas

No dia-a-dia, não transforme o porta-malas do carro em um depósito de objetos. É melhor esvaziá-lo. Um veículo carregando peso desnecessário vai consumir mais combustível. Se não for viajar, mantenha o compartimento de bagagem livre para quando realmente for necessário usá-lo.

3 – Dê e pegue carona

Compartilhar roteiros traz várias vantagens econômicas, reduz o tráfego e, consequentemente, ajuda a diminuir a poluição pelo excesso de veículos nas ruas, além de incentivar as amizades – é muito mais divertido ter alguém com quem conversar do que dirigir sozinho.

4 – Dirija de forma consciente e segura

Evite acelerações fortes com o motor em alta rotação, frenagens bruscas e só mude de faixa se necessário, sempre sinalizando a mudança. Dirigir em velocidade excessiva aumenta o consumo de combustível. Estudos mostram que trafegar a 90 km/h em vez de 100 km/h, por exemplo, aumenta a eficiência energética ao redor de 10%.

Respeitar as velocidades indicadas garante maior durabilidade para os freios e pneus. Na estrada, veículos equipados com controle automático de velocidade também ajudam a tornar a viagem mais econômica e confortável.

5 – Faça manutenção preventiva do automóvel

Manter os pneus com a calibragem correta é importante para economizar combustível. Isso também garante vida útil maior e facilita nas situações de manobra. O ideal é checar a pressão dos pneus conforme o manual de proprietário do veículo a cada 15 dias.

Deve-se verificar o nível do óleo do motor com regularidade e, ao fazer a troca, fique atento às especificações recomendadas pelo fabricante para que o sistema de lubrificação do motor continue funcionando de maneira eficiente.

6 – Use ar condicionado com inteligência

A economia de combustível cai em até 15% quando o ar condicionado é usado em baixas velocidades. Portanto, dê preferência aos vidros abertos sempre que estiver dirigindo nestas condições. No entanto, a partir de 90 km/h, é melhor usar o ar condicionado do que abrir as janelas. Isso porque o veículo terá menos resistência ao vento com os vidros fechados, o que permite o uso do ar condicionado de forma mais eficiente.

7 – Pense em alternativas na cidade

Dirigir é prazeroso em muitas situações. Mas também é saudável caminhar, andar de bicicleta ou, em muitos casos, usar transporte público em determinados roteiros. O meio ambiente também agradece. A mudança de ritmo pode ajudar a apreciar mais o tempo que passa ao volante do seu automóvel.

8 – Considere ter um carro híbrido

Carros híbridos estão ganhando força no mundo e o caminho natural é avançar em muitos mercados. Um automóvel como o Ford Fusion Hybrid, por exemplo, combina dois motores, elétrico e a gasolina, e garante um nível superior de eficiência.

O motor elétrico funciona em condições urbanas e o propulsor a gasolina nas velocidades maiores, principalmente na estrada. A economia de combustível pode significar uma soma considerável, sem contar o ganho ambiental. O híbrido da Ford, por exemplo, é capaz de rodar com uma média de 16,8 km/l de combustível devido às suas tecnologias avançadas, além de oferecer o conforto de um sedã de luxo.

Dicas para economizar na conta de energia elétrica de sua casa

Pequena mudanças de atitudes no cotidiano ajudam a evitar o susto ao ver o valor da conta de luz no final do mês. Temos dicas aqui que pode lhe ajudar a economizar energia elétrica. claro que o planeta e o bolso, agradecem bastante.

Encontrar meios de economizar é sempre uma boa forma de valorizar o seu dinheiro e utilizá-lo de maneira consciente. Quando o assunto é conta de luz, no entanto, os cuidados têm de ser ainda maiores para evitar surpresas que pesam no bolso no final do mês. Pensando nisso, separamos dicas essenciais para você economizar na sua conta de energia. Confira!

Fique atento aos cuidados com a sua geladeira

O refrigerador é indispensável para qualquer casa. Mas esse é um dos eletrodomésticos que mais consomem energia elétrica, pois fica ligado constantemente. Existem alguns cuidados simples para evitar gastos desnecessários:

  • Evitar guardar alimentos quentes;
  • Deixar a geladeira em locais bem refrigerados e longe do fogão;
  • Abrir a geladeira o mínimo de vezes possível;
  • Fazer o degelo sempre que necessário, pois o excesso faz o motor trabalhar ainda mais. Vale saber que quem tem geladeira frost free não precisa se preocupar com esse processo, pois esse tipo não acumula gelo no freezer.

Não deixe carregadores na tomada

É muito comum as pessoas deixarem carregadores na tomada para facilitar a vida na hora de carregar aparelhos móveis como o celular, por exemplo. Esse tipo de dispositivo, no entanto, é um dos vilões no consumo de energia elétrica, utilizando cerca de 0,26W por hora quando está fora de uso e cerca de 1W a 5W de potência quando está com um celular, mesmo que o dispositivo já esteja carregado. Evitar deixar o carregador conectado desnecessariamente ajudará a economizar energia no final do mês.

Cuidados com a iluminação

Evite deixar as luzes acesas sem necessidade e aproveite ao máximo as fontes de iluminação natural, deixando portas e janelas abertas durante o dia. Prefira paredes com cores claras nos espaços internos, pois isso melhora a sensação de luz nos cômodos. Por último, aposte em lâmpadas de LED ou fluorescentes em vez das incandescentes, pois essas possuem melhor desempenho.

Descubra 7 Dicas para perder o medo de falar em Público

 

Falar em público e enfrentar multidões é uma tarefa necessária ao longo da carreira de várias pessoas. Mesmo assim, alguns profissionais entram em pânico só de pensar em discursar diante de uma plateia, ainda que pequena.

Veja 7 dicas para quem quer perder o medo e melhorar suas técnicas para falar em público:

1. Foque no privilégio, não no sofrimento
Falar em público pode ser intimidador, mas também é uma oportunidade de dividir uma mensagem pela qual você se interessa muito com outras pessoas – o que pode ser muito legal. Essa mudança de mentalidade pode fazer maravilhas para acalmar os nervos e melhorar a autoconfiança.

2. Antes de preparar o que vai dizer, pesquise sobre o lugar e a plateia
Você não quer aparecer com uma apresentação de PowerPoint em uma sala sem o aparato necessário para mostrá-la, não é mesmo? Quanto mais você sabe sobre o ambiente no qual vai se apresentar e a plateia que o espera, mais chances vai ter de apresentar uma mensagem relevante.

3. Pratique muito e prepare-se
Antes de suas palestras, não apenas prepare o que e como vai dizer, mas também tente prever possíveis perguntas que a plateia faria e elabora as respostas. Enquanto está praticando, ela não tenta decorar as palavras, mas sim ter certeza de que está memorizando a linha de raciocínio, fluência e mensagem chave de cada assunto. “Acima de tudo, lembre-se de que menos é mais quando o assunto é falar em público. Eu acredito que a média de atenção da plateia é de cerca de 20 minutos.”

4. Cuide da aparência
Escolha roupas e penteados apropriados para a ocasião. O objetivo é mostrar uma imagem que transmita autoconfiança. Se possível, separe a roupa com antecedência para que tudo esteja pronto no “grande dia”.

5. Chegue cedo
Esteja no local com antecedência para examinar o local e gastar alguns minutos observando a plateia, para entender por que eles estão ali e o que esperam da apresentação. Fazer essa aproximação irá ajudar a falar com as pessoas, e não para elas. Depois, passe mais alguns minutos sozinho para checar a aparência, respirar fundo algumas vezes e tirar da mente todas as distrações que possam atrapalhar.

6. Faça uma pausa
use esse artificio para regularizar a respiração e organizar seus pensamentos, o que a ajuda a se acalmar. Isso também mantém a atenção do público.

7. Esqueça a perfeição e espere o inesperado
Não importa o quanto você se prepare, inevitavelmente irá perder a linha de pensamento em algum momento ou deixar passar algum fato ou estatística durante a sua apresentação. O mais importante é manter a compostura e confiança. Por exemplo, você pode se preparar para falar para um grupo de executivas em meio de carreira e se deparar na verdade com um público de homens, a maioria aposentados, com idade mínima de 75 anos (situação real pela qual Linda passou). Quando o inesperado acontecer, tido o que você tem a fazer é sorrir e seguir em frente. Como parte de sua preparação, pense em vários “e se?” que poderiam te tirar do foco para ter um plano em mãos para cada um deles.

Saiba como os criminosos roubam dados de cartões de crédito

A preferência dos criminosos brasileiros por fraudes bancárias (envolvendo transferências, boletos e cartões de crédito) fica clara pela quantidade de pragas criadas dentro do Brasil para atuar nesse tipo de crime.
No primeiro dia da Cúpula Latino-americana de Analistas de Segurança, evento organizado pela empresa de segurança digital Kaspersky em Buenos Aires, Argentina, ouviu-se um funk em uma das apresentações. Fábio Assolini mostrou o clipe durante a sua fala devido à letra, que exalta o fruto de um crime digital: a clonagem de cartões de crédito.
Os funks celebrando a clonagem de cartões são facilmente encontrados no YouTube, junto a tutoriais e anúncios para a venda de ferramentas. Esses conteúdos também podem ser encontrados em grupos no Facebook. Não há muito pudor ou preocupação e trata-se de sintoma de uma prática cada vez mais comum.

O dinheiro de plástico já é usado por 22% da população da América Latina. No Brasil, são 28,8 milhões de adultos com acesso a ele. O surgimento das fintechs, que cortam a burocracia e exigem menos garantias para cederem cartões de crédito, estão ajudando na popularização desse meio de pagamento.

Em paralelo, aumenta também o interesse de criminosos na obtenção de dados de cartões. Algumas práticas não são novas — golpes que têm esse alvo datam de pelo menos 2005 — e as técnicas mais modernas são bastante engenhosas.

Mesmo o chip de segurança, presente na maioria dos cartões de crédito em circulação no Brasil, são suscetíveis à clonagem, seja do modo mais sofisticado, como um “skimmer” (popularmente conhecido como “chupa-cabras”) capaz de copiar as informações do chip quando o cartão é inserido em um caixa automático comprometido, situação flagrada no México; seja por ações grosseiras, como literalmente recortar o chip nesse processo. Isso aconteceu no Brasil.

De qualquer forma, há um detalhe interessante que facilita o uso de dados de cartões roubados: para compras online, o chip de segurança é totalmente dispensável.

Como se clona um cartão?

Além dos chupa-cabras, que são modificações não autorizadas em caixas automáticos feitas a fim de capturar dados do cartão, há outras formas de consegui-los. Assolini cita algumas: maquininhas adulteradas, caixas automáticos inteiros falsificados, a velha engenharia social e, no que considera o caso mais grave, os terminais de venda (PoS, de “point of sale”, ou ponto de venda em português) infectados por vírus.

Esses terminais são computadores comuns que recebem pagamentos de cartão através de um dispositivo que lê o cartão e tem um teclado numérico para a inserção de senhas, chamado PIN Pad. Eles ainda são populares em mercados, hotéis e postos de gasolina, por exemplo. Por estarem ligados a sistemas de uso geral, como o Windows, podem ser comprometidos com mais facilidade. E ainda trazem uma vantagem valiosa ao criminoso: é o único método de clonagem de cartão que pode ser implementado e gerenciado remotamente, sem que ele tenha contato direto com a vítima.

Outra peculiaridade da clonagem de cartões é a proximidade com o crime tradicional. Para fazer uso dos outros métodos, os carders, como são chamados os criminosos que obtêm e negociam esses dados, precisam do auxílio de alguém que vá ao local e faça o trabalho manual quando não o aplica via PoS. Após a aquisição dos dados, eles “negociam com criminosos tradicionais, que fazem compras online fraudulentas, negociam veículos e são até usado pelo narcotráfico. O carder eé o cara mais próximo do crime tradicional”, diz Assolini.

Briga de gato e rato

O primeiro vírus de PoS foi descoberto pela Visa, em 2008. Hoje, a Kaspersky tem conhecimento de 40 famílias de vírus do tipo, feitos especialmente para infectar computadores de pontos de venda e transmitir, sem que o dono do estabelecimento ou seus clientes saibam, dados de cartões para servidores remotos.

Como em outras áreas da segurança digital, há uma briga de gato e rato entre os criminosos e as empresas de segurança. Quando os ataques a PoS começaram, os vírus conseguiam os dados durante o trânsito, ou seja, enquanto eles eram transferidos do PIN Pad para o computador. As operadoras de cartões identificaram o problema e passaram a codificar esses dados durante o trânsito, fechando a brecha.

Não foi suficiente para barrar a ação dos criminosos. Com aquela porta fechada, os novos vírus passaram a vasculhar uma memória temporária do computador (RAM, abreviação em inglês de “memória de acesso aleatório”), que grava os dados do cartão sem criptografia. A técnica é chamada “memory scraping”.

Outra grande virada no mercado de clonagem de cartão foi a abertura do código-fonte do vírus Dexter. Houve uma explosão no número de detecções em 2015, quando isso aconteceu. Na prática, com o código-fonte divulgado, qualquer um pode, sem muita dificuldade e com custo zero, criar seu próprio vírus de PoS e modificar ou melhorar o código original.

Outros vírus, como o Katrina e o Neutrino, são vendidos em lugares obscuros da Internet por valores que chegam a US$ 2.200. O Neutrino chega a oferecer um painel de controle sofisticado, do tipo que qualquer um consegue operar.

Como se proteger

Ter o cartão clonado é um risco constante. Mesmo a pessoa mais diligente está sujeita a isso — o próprio Assolini já foi vítima. Ele dá algumas dicas para amenizar as chances de passar por esse sufoco:

  • Cubra o teclado do terminal automático na hora de digitar a senha. Alguns terminais adulterados têm câmeras que capturam a digitação da senha;
  • Não perca de vista seu cartão na hora de realizar pagamentos;
  • Evite usar terminais que ficam na rua. Os que estão dentro das agências e de estabelecimentos comerciais são mais vigiados e, portanto, difíceis de serem adulterados;
  • Tenha mais de um cartão de crédito. Se um deles for clonado, você não ficará sem acesso a esse meio de pagamento até resolver o problema; e
  • Revise o saldo regularmente. Se seu banco ou operadora oferecer apps e serviços de alerta por SMS, ative-os. Assim, caso o cartão seja clonado e alguém tente fazer compras não autorizadas em seu nome, você saberá de imediato e poderá tomar as providências adequadas, como cancelar o cartão e comunicar a operadora.

Você sabia que pode estar pagando caro para usar a internet ou o celular?

 

Atualmente, o Brasil conta com quatro enormes operadoras de telefonia celular— além de algumas empresas de menor abrangência que agem em regiões mais limitadas do território.

Você provavelmente já recebeu, nos últimos anos, uma oferta da sua operadora de telefonia para migrar para um plano pós pago de celular ou plano de internet superior pagando nada ou quase nada a mais por isso. Mas saiba também que você pode pagar menos por um plano que seja melhor e suficiente para atender às suas necessidades.

É o que aponta simulações feitas pelo site comparador de planos de telefonia e internet, o Melhor Escolha. A pesquisa comparou preços de planos em julho de 2014 e julho deste ano.

A pesquisa comparou preços de planos em julho de 2014 e julho deste ano. O quanto o consumidor pode estar pagando a mais depende muito de qual plano contratou e quando contratou. “Varia muito”, diz Jonas Justo, CEO do Melhor Escolha.

Por exemplo, quem contratou um plano de internet com 30 mega de velocidade da operadora NET em julho de 2014, que tenha sofrido reajustes em linha com o IGP-M, pode ter o dobro de velocidade na Claro com 7,36% de desconto.

Veja abaixo as simulações feitas pelo site Melhor Escolha para planos de internet, telefonia e telefone fixo:

Internet

Quem contratou um plano de internet com 30 Mega de velocidade da operadora NET em julho de 2014, se tiver tido reajustes em linha com o IGPM, deve pagar hoje em média 151 reais por mês. Mas, se comparar os preços dos planos atuais, vai descobrir que pode ter um velocidade maior gastando menos:

Operadora Plano Preço Plano Preço
Net 60 mega R$ 139,90
Vivo 50 Mega R$ 134,99
Tim Live 35 Mega R$ 89,90

Celular pós pago

Quem contratou o plano da Claro com 2GB de franquia de internet + 60 minutos em julho de 2014 e teve, desde então, reajustes em linha com o IGP-M, deve pagar hoje em média 162 reais por mês pelo serviço. Mas se comparar com outros planos, verá que pode ter uma franquia de dados maior com minutos ilimitados pagando menos.

Operadora Plano Preço Plano Preço
Claro 5GB + minutos ilimitados R$ 109.98
Nextel 5GB + minutos ilimitados R$ 99.99
Tim 5GB + minutos ilimitados R$ 134.90
Vivo 7GB (4GB +3GB de bônus por 12 meses, com portabilidade) + 150 minutos locais R$ 139.90

Telefone fixo

Quem contratou de telefone fixo da Vivo Meus Minutos 100 (100 minutos local – fixo pra fixo) em julho de 2014 e o serviço teve reajustes em linha com o IGP-M, deve pagar hoje, em média, 36 reais mensais. Comparando com os planos atuais, é possível economizar e ainda ter minutos ilimitados.

Operadora Plano Preço Plano Preço
Net Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 20.00
Claro Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 24.90
Vivo Minutos limitados local (fixo pra fixo) R$ 49.99

Para fazer a comparação entre os planos adquiridos em 2014 e os vendidos em julho deste ano, a pesquisa considerou um reajuste de 16,7% dos preços dos planos antigos, seguindo a variação do IGP-M no período. O índice de inflação é utilizado na maioria dos contratos dos planos de telefonia.

Tecnologia mais avançada

O barateamento dos planos de telefonia e internet nos últimos anos acontece por conta de uma evolução da tecnologia, conta Justo. “A fibra ótica permite que as operadoras ofereçam mais internet com o mesmo custo de infraestrutura, o que permitiu repassar o custo mais baixo ao consumidor, reduzindo a franquia do plano”.

Além disso, conta Justo, novos hábitos dos consumidores, como utilização de aplicativos de mensagens, fizeram com que novos planos passassem a priorizar mais o serviço de internet do que os minutos gastos com ligações. “As operadoras tiveram de se adaptar à essa nova realidade”.

Como ver a franquia de internet da claro

Plano tim 35 reais

Supermercados brasileiros lançam caixa com autoatendimento

 

Sem a necessidade da interação de funcionários, o cliente passa suas próprias compras no caixa do supermercado de autoatendimento paga no cartão e pronto, pode ir embora.

Entretanto, isso não está limitado apenas a outros países, já que a tecnologia também pode ser encontrada no Brasil.

Atualmente, esse sistema pode ser visto no Master Supermercado (do Shopping Frei Caneca, em São Paulo). Ele foi recém-inaugurado nesse shopping, e também no Carrefour do Jardim Pamplona Shopping (zona Oeste de São Paulo) e no supermercado Zaffari, em Porto Alegre (RS). Há ainda uma loja de doces chamada Tateno, na Vila Mariana (SP), que apresenta essa novidade.

Além de agilizar o fluxo de clientes nas lojas (especialmente aqueles que estão adquirindo poucos produtos), esse sistema conta com um leitor de códigos de barras mais sensível, além de apresentarem câmeras e um sistema com balança para garantir que o cliente não está levando mais e pagando menos pela compra.

E como funciona?

O funcionamento desse sistema é bem simples. Além de passar os produtos no leitor de códigos de barras, esses itens devem ser colocados em uma sacola que fica em cima de uma balança. Como os produtos em questão são registrados previamente no sistema, ele é capaz de identificar pelo registro se o preço total apresentado na tela bate com o que foi pesado.

Caso o cliente acabe adicionando um item na sacola sem ser cobrado ou apenas não seja colocado nela, o caixa trava e é necessário chamar um funcionário do supermercado para saber se houve algum problema.

Saiba Como Tirar Print de uma Página Inteira

 

Quando queremos salvar informações ou anexá-los a documentos, fazemos uma captura de tela certo? Porém, a captura de tela através do CRTL + PRTSCN salva apenas uma parte da tela. Veja como tirar print de uma página inteira de internet:

Imprimir
Uma das opções é através da impressão da página. Tanto no Windows 10, quanto no MacOS, além de vários navegadores, permitem imprimir páginas inteiras em formato PDF. Basta selecionar a página da web que deseja salvar, selecionar “Imprimir” e escolha entre as opções “Microsoft Print to PDF”, “Microsoft XPS Document Writer”, “PDF”, Salvar como PDF” ou “Salvar no Google Drive”. No entanto, através desse método, a página pode ficar um pouco diferente de como é vista na web.

Programa
Você também pode baixar um programa em seu computador, como o FastStone Capture, Screenpresso ou Snaglt, que é capaz de capturar tanto a página inteira, quanto apenas uma parte dela.

Extensão
Outra opção é baixar uma extensão para navegador. O Nimbus Screenshot, por exemplo, está disponível para Chrome e Firefox; ele tira o print, alinha a imagem e permite salvar como imagem no computador.

Web
A última opção, ideal para quer precisa tirar o print de uma única página de forma rápida, é usar um site, como o CrtlQ.org ou Web-Capture.net. Basta colocar a URL da página que deseja copiar e clicar em “Caputer Screenshot”.

Gomo tira o prite no Microsoft

Veja 10 dicas valiosas para economizar dinheiro no seguro do seu carro

 

Nessa época de crise, toda economia é sempre bem-vinda. O seguro do carro é uma despesa quase indispensável, principalmente para quem dirige nas grandes cidades.

Mas você sabia que dá para economizar na hora da contratação? Com paciência para pesquisar, você encontra um seguro que caiba no seu orçamento.

Saiba de algumas atitudes e dicas para contratar um seguro mais barato,  que vão ajudá-lo nessa etapa. Confira!

1. Aproveite a concorrência e cote o preço em pelo menos três seguradoras

É importante comparar, pois os valores são independentes e variam muito entre as empresas. “Cada seguradora tem sua própria tabela de preços”, comenta Nilson.

2. Peça todas as informações para o seu corretor

Como você depende dele para contratar o seguro, aproveite para tirar todas as suas dúvidas e peça ajuda para encontrar a melhor opção para seu perfil de motorista.

3. Analise as coberturas disponíveis

“Em vez de fazer um seguro contra roubos, incêndios e colisões, você pode escolher somente uma ou duas destas opções. Isso dá um desconto no preço total”, ensina o coordenador do Sincor-SP. Mesmo assim, pense bem antes de retirar uma cobertura.

4. Contrate os serviços que você realmente vai usar

É comum as seguradoras oferecem facilidades como carro reserva, seguro para os vidros, descontos em estabelecimentos etc. Mas essas vantagens não saem de graça. Então, veja quais opções existem e quais valem a pena.

5. Instale um rastreador

 Na maioria das seguradoras, este sistema é gratuito e pode baratear a apólice em até 30%. Isso porque o rastreador evita que os carros roubados sejam deixados em desmanches ilegais. Então, como o risco da seguradora perder o veículo é menor, o preço do seguro cai.

6. Cuidado ao incluir um segundo condutor

Ter uma pessoa adicional no seguro pode encarecer o valor, principalmente se esta pessoa for menor de 25 anos. Mas se o carro não será utilizado apenas por você, não esconda a informação.

7. Analise a franquia

Quando você escolhe uma franquia mais alta, consegue baixar o preço do seguro. A desvantagem: no caso de acidentes e batidas, você terá que pagar um valor alto para acionar o seguro.

8. Se puder, pague o seguro à vista

Além de não se apertar com as parcelas nos outros meses, você tem chance de negociar um desconto com a seguradora.

9. Se não pagar à vista, parcele em menos vezes

Assim você se livra de gastar tanto com os juros que encarecem ainda mais o valor do seguro.

10. Continue cotando em outras seguradoras

Nem sempre a seguradora que você tem será a melhor opção. Isso acontece porque os preços sofrem reajuste frequentemente. Então, pesquise em outras empresas futuramente quando precisar renovar o contrato atual.

Como fazer um empréstimo pessoal online? Ótima opção para quitar as dívidas

Com a tecnologia avançada, podemos resolver várias coisas sem precisarmos sair de casa. e quando o momento é de aperto? quanto mais rápido conseguirmos o dinheiro de que precisamos, melhor. É nessa hora que o empréstimo pessoal online pode ser uma boa solução para o problema financeiro. Se você tiver um limite pré-aprovado, o dinheiro pode cair na hora da conta. Porém, é preciso tomar cuidado para não contratar o crédito por impulso e acabar piorando a situação lá na frente.

 

Entenda as diferentes opções disponíveis para fazer um bom negócio ao contratar um empréstimo pessoal online!

Empréstimo pessoal online em sites especializados em crédito

Essa é uma tendência já consolidada nos EUA e que cresce cada vez mais no Brasil. Todos os anos, surgem novos sites especializados em crédito online no Brasil. Normalmente esses sites estão ligados a um ou mais bancos. Outros são independentes e solicitam propostas de um ou mais bancos parceiros.

É necessário apenas preencher seus dados pessoais para receber propostas de empréstimo sem sair de casa. A vantagem é que essa opção costuma ser rápida. A solicitação de propostas é gratuita e o usuário só paga os juros do empréstimo se achar que a proposta é interessante e resolver fechar o negócio.

Eles são uma excelente opção em relação aos bancos tradicionais por oferecerem mais competição. Alguns oferecem taxas de juros mais baratas, mas isso não é regra. Por isso, é importante comparar.

Confira algumas das principais empresas desse mercado:

  • Bom Pra Crédito: possui parcerias com diferentes bancos. Feita a análise de crédito você receberá ofertas de bancos parceiros.
  • Simplic: oferecem créditos de R$ 500 a R$ 3.500. A liberação costuma ser rápida e são mais flexíveis na aprovação. Mas os juros costumam ser mais altos.
  • Lendico: para conseguir o empréstimo pessoal, o cliente precisará fazer seu cadastro no site da Lendico e, assim que for aprovado na análise de crédito, ele receberá uma proposta através de seu e-mail. A empresa oferece créditos de R$ 2.500 a R$ 50 mil.
  • Creditas: possui parcerias com diferentes bancos. Feita a análise de crédito você receberá ofertas de bancos parceiros. Ainda não trabalham com empréstimo pessoal, mas oferecem refinanciamento de carro e de imóvel (empréstimo com garantia de carro e imóvel).

Empréstimo pessoal online em bancos tradicionais

Se você tem conta corrente em bancos como Itaú, Bradesco, Santander, HSBC, Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil a liberação do crédito costuma ser rápida.

É comum que vários correntistas já tenham um limite de empréstimo pré-aprovado. Ou seja, basta acessar um dos canais eletrônicos (internet banking, mobile banking ou terminais de autoatendimento) onde você tem conta, ver o limite disponível, custos do empréstimo e solicitá-lo que o dinheiro cai na mesma hora. Se quiser, você pode acessar agora o internet banking do seu banco e ver se consegue a liberação do crédito.

Entretanto, se não existe limite pré-aprovado ou o limite é inferior ao que você precisa, então é preciso entrar em contato com seu gerente da conta para solicitar a pré-aprovação ou aumento do limite. Nesse caso, vai depender da análise de crédito do banco.

Será que é seguro pegar um empréstimo pessoal online?

Os sites indicados na matéria são de empresas reconhecidas no mercado. Além disso, nenhum deles cobra taxas antecipadas. São eles que liberam o empréstimo na sua conta para depois você começar a pagar de volta.

Vale ficar atento pois existem no mercado golpistas que criam sites falsos e exigem pagamentos antecipados para liberação dos empréstimos. Por isso é importante pesquisar a idoneidade do site em que optou por contratar o empréstimo. As avaliações do Reclame Aqui podem ser bem úteis neste caso.

Quando vale a pena pegar um empréstimo pessoal online

O crédito pessoal costuma ter taxas mais altas do que empréstimo com garantia de imóvel e refinanciamento de veículos, que são modalidades de empréstimos em que o banco fica com um bem em garantia. Mas, caso você não possua algum desses bens para oferecer como garantia, pode valer a pena escolher o empréstimo pessoal online, afinal, ele ainda é uma opção mais barata do que optar pelo cheque especial ou rotativo do cartão de crédito. Além disso, quem está com urgência e precisa de dinheiro rápido, pode ter o empréstimo pessoal online como uma boa opção, pois ele não costuma ter um processo de liberação muito burocrático. Em muitas casos, o dinheiro fica disponível em algumas horas.

Contratar um empréstimo pessoal online tem como principal vantagem a comodidade, afinal, você economiza tempo e deslocamento para fazer a contratação. Além disso, também fica mais fácil de fazer a comparação das condições oferecidas pelos bancos e financeiras, sem precisar ficar indo de agência em agência para solicitar propostas. Assim, dá para comparar e fazer um bom negócio!

Saiba como não ser “enrolado” na hora de procurar um mecânico

 

Precisamos ficar esperto para não ser enganado ou ter prejuízo, quando o carro apresenta alguma falha ou simplesmente chegou a hora da revisão e você precisa levá-lo ao tal “mecânico de confiança”. Nessa hora, sem ter conhecimento mais profundo de como o automóvel funciona, nem conhecendo o mecânico tão bem assim, sobram dúvidas e o medo de cair na famosa “empurroterapia”, adquirindo peças e serviços muitas vezes desnecessários, confiando apenas no que diz o profissional da oficina.

Para essas situações, alguns cuidados são fundamentais:

  • Evite procurar oficinas desconhecidas apenas porque parecem oferecer um preço melhor. Desconfie quando a diferença de preços for muito grande;
  • Oficinas sérias permitem que o cliente tenha acesso à área de trabalho com os carros;
  • Para qualquer problema apresentado por seu carro, confie em profissionais que fazem uma análise detalhada antes de apresentar o orçamento. Nem sempre a rapidez é sinônimo de competência e facilidade para identificar o problema;
  • É bom identificar quais são as condições de segurança do local em que vai deixar seu carro, não apenas em relação ao espaço em que ele ficará estacionado, mas também se os funcionários têm cuidados básicos para evitar acidentes dentro do estabelecimento;
  • Locais que trabalham com o setor administrativo separado da parte mecânica costumam ser mais confiáveis;
  • Sempre que possível verifique referências e indicações de amigos;
  • Existem problemas que você não pode resolver sozinho, por isso, invista nos conhecimentos de um mecânico e não em instruções de conhecidos que entendem do assunto tanto quanto você.

Ninguém está livre de problemas mecânicos, mesmo em carros novos. Por isso, se o funcionamento do seu veículo foi comprometido por algum motivo, o ideal é manter a calma, procurar um profissional especializado e tentar resolver o problema o mais rápido possível!

Tentar resolver sozinho ou mesmo adiar a solução pode causar acidentes e criar insegurança diante de situações comuns do trânsito.