Cuidados que se deve tomar quando for comprar um aparelho usado

A cada dia, inúmeras novidades de smartphones são lançadas no mercado consumidor. Assim, as pessoas estão sempre procurando ter melhores celulares, e vendendo o seu atual por um preço “camarada”. Porém, essas pessoas que irão usufruir desses telefones que já passaram por outros donos, precisam ficar atentos à alguns detalhes antes de fechar a compra.

1- Tela

A primeira coisa que observamos em um celular, é sua tela. Não é pra menos, pois dependendo do aparelho, o valor de uma nova tela pode ser superior ao do celular novo. Observe bem se os arranhões são apenas superficiais (as vezes, apenas a película está riscada e a tela principal do telefone pode estar em bom estado).

Resultado de imagem para tela de celular arranhada

2- “Corpo”

O corpo ou a carcaça é uma das primeiras coisas que se nota também. Observe se há botões danificados, arranhões e/ou rachaduras em todo o celular. É possível comprar uma versão falsificada da carcaça por um preço menor. Usuários geralmente usam capinhas e películas para proteger a estética do celular.

Resultado de imagem para carcaça de celular

 

3- Conectividade

Dependendo do aparelho e do uso, algumas entradas podem acabar ficando danificadas devido ao tempo ou mal uso. Teste todas as entradas e tenha certeza de que o problema não é no smartphone, pois cabos como carregadores e fones de ouvidos podem ser comprados facilmente por um baixo custo (porém, não possuem a mesma durabilidade e eficiência de um original). Também é necessário testar as conectividades sem fio, entradas de cartãoSD e chip.

 

4- Bloqueado

Existem dois tipos de bloqueio:

– IMEI: é o acrônimo de Mobile Equipment Identity (Identificação Internacional de Equipamento Móvel), esse número é único e corresponde a identificação no cadastro no banco de dados no registro de identidade de equipamentos. Os aparelhos roubados ou perdidos podem ser bloqueados na operadora de telefonia com o objetivo de dificultar a sua comercialização. É possível consultar se o aparelho está bloqueado informando o número de IMEI. O IMEI é exibido após a digitação dessa sequência de caracteres *#06#. Mas vale salientar que criminosos conseguem alterar facilmente o número do IMEI, e desbloqueá-lo para revenda.

– Segurança: O aparelho pode ser bloqueado com uma senha de acesso, nesse caso basta redefinir as configurações de fábrica para desbloqueá-lo. Esse tipo de proteção não é o suficiente para proteger o aparelho. Existem aplicativos que aumentam a segurança e dificultam o desbloqueio; no Android é possível bloqueá-lo pela internet e verificar a sua localização quando ele estiver conectado na rede. Alguns modelos de aparelhos contam com proteções nativas disponibilizadas pelos fabricantes, mas existem maneiras de desbloqueá-los. Se o aparelho com Android estiver com uma versão modificada do sistema, peça ao vendedor para que ele apresente o aparelho com a versão original de fábrica. O iPhone possuí um eficiente mecanismo de proteção vinculado ao iCloud, sem ter acesso a senha cadastrada ao pacote de serviços o aparelho fica inutilizado. E semelhante ao recurso existente nos dispositivos com o Android, os proprietários do iPhone conseguem visualizar a localização do aparelho quando ele estiver conectado na internet.

 

5- Falsificados

Constantemente, aparelhos são copiados atualmente e vendidos por um preço abaixo da média, assim como sua qualidade. É possível descobrir se você tem um falso smartphone através de alguns aplicativos que dão um diagnóstico sobre o celular, que pode ser comparado com as especificações de um celular original.

Resultado de imagem para smartphone original x falso

Além de tudo isso, você ainda pode estar comprando um smartphone roubado, mesmo ele estando na caixa lacrada, devido a constantes assaltos a lojas e cargas. O que, é considerado um crime. Tome cuidado quando for comprar um smartphone, seja ele novo ou usado. E nunca esqueça de observar todos os detalhes e se informar sobre tudo o que você tem direito.

Será que podemos usar o mesmo carregador para outro celular?

Por mais que a tecnologia dos smartphones avancem, oferecendo cada vez mais memória, capacidade de processamento e telas de altíssimas resoluções, aparentemente as baterias não conseguem acompanhar  a evolução no mesmo ritmo.

Quanto mais o aparelho tem recurso, mais energia ele consome, o que nos obriga a fazermos recargas com mais frequência não é mesmo?

De vez em quando andamos com o carregador do celular no bolso,no carro na bolsa,etc, já nos prevenindo para o momento que a bateria vai descarregar. Mas acontece que podemos perder o carregador original  e aí falamos: “posso usar teu carregador rapidinho?”

Resultado de imagem para carregadores

Afinal de contas, se quase todos os aparelhos contam com carregadores que se conectam via microUSB, então não deve ter problema algum em usar o carregador do Moto G no Galaxy S5… Ou será que tem? Veremos!

Antigamente, antes de você ver todos os padrões microUSB, USB, miniUSB, USB Type-C, Lightning e outros que podem ainda surgir, cada fabricante de celular fazia os seus próprios conectores. Com isso, tornava-se impossível utilizar o carregador de um aparelho para fazer a recarga da bateria de outro produzido por outras empresas.

E isso tinha um lado ruim? Talvez tivesse! Tinha um lado bom? Certamente!

Cada fabricante utilizava diferentes equipamentos na montagem dos seus celulares. Baterias e circuitos eram preparados para suportar tensão e corrente com um limite máximo e cada aparelho trazia suas próprias especificações nesse caso. Com isso, usar um carregador inapropriado poderia causar problemas bem sérios aos circuitos de um aparelho com suporte menor às correntes.

Resultado de imagem para usar o mesmo carregados no outro celular

 

A maior parte dos carregadores que utilizam conectores USB traz a tensão de 5 volts para os aparelhos. Porém, é preciso dizer que cada fabricante usa diferentes capacidades de corrente nesses acessórios, e as diferenças não são pequenas, por isso é importante ficar muito atento. De acordo com o Make Use Of, estas são as correntes de três das maiores fabricantes da atualidade:

  • Samsung: 0,7 amperes (5V)
  • Motorola: 0,850 amperes (5,1V)
  • ASUS: 2 amperes (5V)

Há diferenças bem interessantes nos aparelhos e isso pode variar ainda mais se aumentarmos a gama de análise. Mas o que isso significa efetivamente? Será que isso quer dizer que os aparelhos podem explodir a qualquer momento se usarmos o carregador errado?

Bem, na verdade, não. Apesar de isso ser um grande perigo quando estamos falando de tensão, no caso da corrente as coisas são menos perigosas. Existe uma diferença básica entre tensão e corrente — pois enquanto a primeira é sempre constante (sempre 5 volts, por exemplo), a segunda é variável (um aparelho com 2 amperes pode trabalhar com menos que isso, sem problemas).

 

Resultado de imagem para podemos usar um carregador de celular em outro celular/

A melhor forma de evitar problemas, é observar com bastante atenção os dois carregadores, e se certificar de que a corrente que o celular precisa é compatível com aquela fornecida pela nova fonte.Se o carregador é totalmente compatível com o seu aparelho, pode usá-lo sem medo. Mas lembre-se, a melhor alternativa é usar sempre produtos originais.

Saiba porque as baterias do Galaxy note 7 explodem: Samsung responde

Como você sabe, o Galaxy Note 7 tem apresentado vários problemas com baterias que explodem. Você faz ideia do porquê isso vem acontecendo? Várias perguntas vêm sendo feitas com este tema, e a Samsung do Reino Unido respondeu com um comunicado:

“Baseado na nossa investigação, descobrimos que era um problema com a célula da bateria. Um superaquecimento da célula acontecia quando o anodo entrava em contato com o cátodo, o que é um erro muito raro no processo de produção”, diz a resposta.

Resultado de imagem para galaxy note 7 que explod

Por mais que os smartphones tenham evoluído bastante nos últimos anos, os módulos de bateria não conseguiram acompanhar todo esse avanço, ainda dependendo de componentes químicos altamente inflamáveis como, por exemplo, o lítio, que também possui um elevado potencial eletroquímico.

Quando uma bateria defeituosa superaquece, suas células se quebram, dando início a uma reação em cadeia, algo chamado de “fuga térmica”, uma das principais razões pelo qual ela explode. O problema pode ser engatilhado por um simples curto-circuito ou, como nesse caso, um defeito de fabricação.

A situação que envolve o tablet é tão séria, que até mesmo o órgão responsável pela regulamentação de voos e segurança dos passageiros nos EUA está cogitando banir o Galaxy Note 7 de embarcar nas aeronaves.

Mas eles afirmam que nunca houve relatos de ninguém que tenha se machucado em nenhuma parte do mundo e que quando acontece, é um caso isolado, apenas na bateria e não no aparelho.

LG Lança novo smartphone V20 com tela 5,7 e Android 7.0

Após inúmeras especulações, a LG apresenta seu poderoso smartphone. Ele é o primeiro smartphone com tela IPS de 5.7 polegadas e resolução 2560 x 1400 pixels e também com Android 7.0 nougat. É uma grande novidade no mercado.

O V20 traz um processador Snapdragon 820, 4GB de RAM e 64GB de espaço para armazenamento (expansível para 2TB via microSD), além de contar com uma bateria removível de 3.200 mAh e suporte para o recurso QuickCharge 3.0 de recarga rápida.

Assim como o V10, o novo V20 traz uma segunda tela sempre ligada que fica logo abaixo do display principal, mostrando notificações, atalhos e outros elementos quando o seu aparelho está em modo stand-by, por exemplo.

Resultado de imagem para lg v20

Esse novo smartphone ainda conta com uma câmera traseira de 16MP e abertura f/1.8 e uma frontal de 8MP e abertura f/2.4. Para quem quer fazer vídeos, como YouTubers de plantão, o V20 traz bons recursos, como o Steady Record 2.0, uma coleção de técnicas que suavizam o vídeo gravado com uma mão mais trêmula, e a tecnologia EIS (electronic image stabilization), da Qualcomm, que também melhora a estabilização das imagens feitas com a câmera frontal.

O V20 também se destaca na parte de áudio, sendo o primeiro smartphone a trazer um quad DAC de 32-bit, o que deve fazer com que tudo soe muito bem, e conta com suporte para diversos formatos como FLAC, DSD, AIFF e ALAC.

 

Resultado de imagem para lg v20

Veja suas especificações técnicas:

  • Tela IPS de 5,7 polegadas com resolução Quad HD (2560 x 1440 pixels)
  • Tela secundária para o controle de atalhos e assinaturas (brilho de 68 nits)
  • 4 GB de RAM
  • 64 GB de memória para o armazenamento interno
  • Entrada para cartão microSD
  • Chipset Qualcomm Snapdragon 820
  • Processador de quatro núcleos Kryo rodando em até 2,2 GHz
  • Adreno 530 como placa gráfica
  • Câmera principal de 16 megapixels (estabilização óptica de imagem + autofoco automático)
  • Câmera principal de 8 megapixels (foco fixo + 135 graus de abrangência)
  • Câmera frontal de 5 megapixels (abertura de f/1.9)
  • Quatro DACs para a reprodução sonora
  • Leitor de impressões digitais embutido no painel posterior
  • Suporte às redes 4G LTE
  • Bateria de 3.200 mAh
  • Android Nougat como sistema operacional, modificado pela própria LG.

 

De acordo com a LG, o V20 está disponível em três cores, titânio, prata e rosa, e será lançado na Coreia do Sul, sua terra natal, ainda neste mês de setembro.Não sabemos quando ele estará disponível nas lojas brasileiras e também qual será o seu preço.

Top 5 melhores smartphones por até R$1.500,00 de 2016

Quando se vai comprar um smartphone, a primeira coisa que pensamos é em quanto isso vai nos custar. Logicamente, procuramos um que supra nossas necessidades, mas que caiba no nosso bolso. Abaixo confira os 5 melhores smartphones intermediários lançados em 2016 (até agora) que custam em média até R$1.500,00.

5 – Asus ZenFone Selfie 

Resultado de imagem para zenfone selfie

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 3GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 13MP (com flash)
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.199,00

 

 

4- Motorola Moto X Play  

Resultado de imagem para moto x play

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.7 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.0 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 21MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.630 Mah

Melhor Preço: R$1.489,00

 

 

3- Asus ZenFone 2

Resultado de imagem para zenfone 2

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.0
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador 2.3 GHz Quad Core
  • 4GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 64GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.149,00

 

 

2- Motorola Moto G4 Plus

Resultado de imagem para moto g4 plus

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 6.0.1
  • Display 5.5 (1920 x 1080)
  • Processador Quad-core 1.5 GHz Cortex-A53 + Quad-core 1.2 GHz Cortex-A53
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 16MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 32GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 3.000 Mah

Melhor Preço: R$1.319,00

 

 

1- Samsung Galaxy A5 2016

Resultado de imagem para a5 2016

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Características Gerais:

  • Android 5.1.1
  • Display 5.2 (1920 x 1080)
  • Processador 1.6 GHz 8 Core
  • 2GB RAM
  • Câmera traseira 13MP
  • Câmera frontal 5MP
  • 16GB de memória (expansível até 128GB)
  • Bateria de 2.900 Mah

Melhor Preço: R$1.390,00

 

Agora é só ver o que lhe chamou mais atenção e dar uma busca detalhada sobre ele. É uma opinião pessoal, cada pessoa se identifica com o que for mais benéfico para si.

Imagem dw pop 100

Celular com TV Digital da Motorola é lançado

A Motorola já estava demorando para apresentar algum celular com TV digital. Afinal, a LG tem o Scarlet Phone e o Scarlet II, a Samsung tem o Star TV e o Galaxy S, e a Nokia, apesar de não ter o seu, se gaba de um adaptador vendido separadamente.

Agora, a Motorola deu à luz ao MotoTV, um celular sem muitos recursos online ou para download novos que justifiquem seu atraso, fora a tela sensível ao toque de 3,2 polegadas e a função “replay”.

O celular vem com um cartão de 2 GB para gravar a programação da TV aberta, mas dá suporte a até 32 GB. Quando o botão “replay” for acionado durante um programa, o celular mostra novamente os últimos 60 segundos da transmissão.

O MotoTV tem algumas sofisticações típicas dos feature-phones, como três páginas iniciais para rechear de widgets de redes sociais. Traz câmera de 3 megapixels, rádio FM com RDS e Bluetooth 2.1. A tela, provavelmente, é resistiva, já que uma caneta posa ao lado do celular nas fotos.

Ele vai começar a dar as caras no início de setembro, por 599 reais.

Info

LG – Linha G: dicas de como escolher um smartphone na compra

O LG G3 é um TOP de Linha da LG em 2014. Ele é ocupado pelo processador Qualcomm MSM8975AC Snapdragon 801, Quad-Core de 2.5 GHz, 2 GB de RAM e 16 GB de Armazenamento, expansível em até 128 GB. Possui uma tela IPS de 5.5 polegadas.

O LG G3 foi o primeiro smartphone do mundo a possuir uma resolução Quad HD (Quad HD não é QHD) de 1440×2160 Pixels e 534 dpi ou ppi.

A sua câmera maravilhosa possui 13 megapixels, portanto o smartphone contém um Foco Laser que, quando usado, é impossível alguma foto sair tremida. Também possui flash Dual LED e câmera lenta de 120 quadros por segundo (como o iPhone 5S, lançado em 2013).

Grava vídeo em 4k e em Full HD na Câmera Frontal, de 2.1 megapixels. Possui um 4G mega rápido.

O G3 Beat é um smartphone Intermediário, lançado em 2014. Possui um processador Qualcomm Cortex-A7 Snapdragon 400, Quad-Core de 1.2 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de Armazenamento, expansível em até 64 GB. Possui uma tela IPS de 5 polegadas, resolução HD de 720×1280 e 294 dpi ou ppi.

A sua câmera é de 8 megapixels, e o G3 Beat, igual ao seu irmão maior, G3, possui um Foco Laser capaz de deixar sua foto maravilhosa. Grava vídeo em Full HD e possui uma câmera frontal de 1.3 megapixels. Possui 4G.

O G3 Stylus é um smartphone intermediário, porém imita um pouco a Samsung pela caneta Stylus. Possui um processador Quad-Core de 1.3 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de Armazenamento, com expansão indeterminada.

Ele peca em relação a tela IPS de 5.5 polegadas, com resolução de 540×960. É mais viável comprar o G3 Beat em vez desse.

Mas para compensar um pouco a tela horrível, ele possui uma câmera de 13 megapixels igual a do G3, mas também peca por não possuir um Foco Laser. Grava mas não em HD, e a câmera Frontal é de 1.3 megapixels. Não possui 4G, o que não justifica o preço.

O LG G3 está saindo hoje no Ponto Frio por R$ 1499,00 (Versão Preta).

O LG G3 Beat está saindo hoje no Ponto Frio por R$ 799,00 (Versão Dourada).

O LG G3 Stylus abaixou o preço e está saindo hoje no Ponto Frio por R$ 726,00 (Versão Titanium).

L3

Asus ZenFone Selfie

The new ZenFone Selfie comes with 13 MP cameras on the front and back, both with dual LED flashes and laser auto focus (thus, this is the world’s first smartphone to have laser auto focus for selfies). Unlike the ZenFone 2 series, which features Intel Atom processors, the ZenFone Selfie is powered by an octa-core Qualcomm Snapdragon 615 processor.

That aside, the handset is not too different from the ZenFone 2, featuring a 5.5-inch IPS display with 1080 x 1920 pixels, LTE, 3 GB of RAM, and Android Lollipop.

Brasil já é o quinto do mundo em acessos à telefonia celular

O Brasil deve alcançar 300 milhões de acessos de telefonia móvel em 2013, de acordo com o gerente de Regulamentação e Comunicação Móvel da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Bruno Ramos.

Segundo ele, o país já o quinto colocado no ranking mundial de acessos à telefonia celular, atrás apenas de China, Estados Unidos, Índia e Rússia.

O Brasil deve fechar 2010 com ao menos 190 milhões de celulares, contra quase 175 milhões no fim de 2009, conforme Ramos. Já no ano que vem o total de acessos deve superar a casa de 200 milhões.

“Estamos muito perto da Rússia e não dá para comparar com China e Índia, que tem mais de 1 bilhão de habitantes e aumentam o acesso rapidamente”, disse o gerente da Anatel.

“Nossos números vão crescer ainda mais. Nossos dados falam em mais de 300 milhões de acessos (móveis) em 2013”, acrescentou.

O salto de mais de 100 milhões de acessos entre 2010 e 2015 e 2016 será alavancado pela comunicação conhecida como “máquina a maquina”.

Segundo o gerente da Anatel, o segmento de telefonia pretende expandir nos próximos anos o serviço de comunicação móvel no país e disponibilizar, por exemplo, chips para serem colocados nas pulseiras de bebês em maternidades, em casas, carros e outros.